terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Vem aí: O Legado Da Banshee

Olá, queridos leitores? Como tem passado?
Gostaria de me desculpar por demorar tanto tempo a postar. Nem sempre é fácil administrar meu tempo entre os blogs e as fanfics. Por falar em fanfics, vim comunicar a todos que, em breve, postarei no Wattpad e no Social Spirit a trilogia O Legado Da Banshee “inspirada” no meu contato com os elfos e outros elementais.
Eu digo “inspirado” porque mascarei e suprimi certas coisas na história para que ela não ficasse nem longa nem sombria demais, mas o essencial – que descreve as paisagens, aparência e personalidade dos elementais (que tive oportunidade de conhecer em minhas Viagens Astrais) e a forma como interagem com humanos e uns com os outros – foi mantido.
Posteriormente, pretendo trazer também a público como começaram e como até hoje ainda o é minhas interações com os Elementais – menos encantado, mais realista e um pouco assustador -.
Na história aparecem velhos conhecidos de vocês (que já devem até estar familiarizados com os mesmos de tanto que os menciono em diversos posts) como Alfie, Marina, Gaion (minha guardiã) e Freddie – todos elfos -.
Também aparecem rostos novos (que atrai ao longo dos anos) como Kol (depois que lerem toda a história, quero que me digam, sinceramente, se sou sortuda ou azarada por conhecê-lo), Suoni, Bree e Dean (estes dois últimos são djins da luz azul ou Marid).
Adaptei a história para que ela se ajustasse um pouquinho ao estilo de OUAT (por falta de uma comparação melhor), portanto, podem esperar por uma Elfland urbana onde elfos se adaptaram perfeitamente a modernidade e tecnologia, embora, ainda possuam a boa e velha magia nas pontas dos dedos.
Eu não ousei me colocar diretamente na história porque cedo ou tarde, minha mãe acabará lendo e (por mais que ela saiba que sou eu ali porque costumo contar a ela a maioria das coisas que vejo) e eu fico com um pouco de vergonha, por isso, criei uma personagem com uma aparência que eu mataria pra ter, estilo escocesa (amo escoceses) que será representada ou por Alina Kovalenko ou Karen Gillan (vamos ver quem a capista consegue colocar na capa).
A protagonista deve se chamar Amélia (era pra ser Mariana, mas aí as pessoas poderiam confundir com Marina) e, em vez de viver entre duas realidades como eu, será levada de vez para o reino feérico para que sua experiência seja ininterrupta. Se ela retornará depois para sua realidade, já não sei, porque a história serve mais pra ilustrar o reino elemental e seus habitantes. Não significa, no entanto, que não tenha um roteiro a seguir porque eu pensei nisso e esperei tempo o suficiente até que eu conseguisse deixar a elfland (e recentemente, eu meio que retornei pros elfos porque sim cof cof Alfie cof cof).
Como é impossível contar 11 anos de experiências numa única trilogia, posteriormente, farei outra dedicada somente a Gaion porque se eu fosse contar todos os momentos em que Gaion me consolou, nossas aventuras através dos reinos e como ela me ensinou a desenvolver minhas habilidades mediúnicas, ninguém me shipparia com Alfie, Dean ou com Kol, mas com a Gaion (e com razão rsrs).
Quando postar a história (só a falta a capa e já encomendei), eu trarei um novo post com o link da mesma, mas até lá, se quiserem, podem me seguir tanto no SS quanto no Wattpad para ficarem sabendo no mesmo instante quando eu postar a história.

Meu Nick no Wattpad: @layladunwich
Meu Nick no Social Spirit: @laylawonderland

Você também pode acompanhar o meu blog Wonderland Fanfics para acessar as fichas dos personagens e, assim, ir se familiarizando com eles (são todos reais esses elementais e de meu convívio íntimo). Não sei se aprovarão o elenco que escolhi para representá-los, mas foi difícil encontrar qualquer celebridade com a aparência deles (eles me ajudaram muito, me mostrando que formas preferiam, então, não quis desagradá-los, não de todo, mantendo alguns).
Amélia é uma princesa e eu não (óbvio! Rsrs), mas me coloquei como tal porque sempre fui fascinada por princesas de contos de fadas, mas quanto a ela ser pressionada para assumir as responsabilidades para com sua família e os habitantes no geral, isso não inventei. É uma história a parte que tenho com as fadas que já me revelaram de formas bem convincentes que fui uma delas no passado.
Por agora, eu deixo a sinopse da história com vocês e espero tê-los como leitores dessa trilogia em breve!



O Legado da Banshee: Bellanandi


Sinopse: Raptada por elfos e perseguida por silfos
Amélia nem imagina que é a princesa perdida de Mag Mell.
De um lado, tem o rei Willard, pai amoroso que sente falta d filha; de outro, Suoni, a irmã da princesa e seu aliado Kol, e tem também, a rainha Miranda, a típica madrasta que apenas deseja ver a enteada bem… BEM longe e de preferência, morta e enterrada.
Alheia aos crescentes perigos que a rondam, Amélia só deseja se vir livre de seu ex noivo, Alfie, e fugir com seu amor proibido, Alex, que, ao contrário de Alfie, é doce e compreensivo, ou, ao menos, ela acha que sim… Aparências enganam e de boas intenções, o inferno está cheio.

2 comentários:

Tô amandooo, PS não tenho conta no spirit
 
<3 Que bom saber que mesmo não tendo conta ainda assim me acompanha, morinha <3
 

Postar um comentário

Seu comentário será publicado assim que eu puder respondê-lo, tenha paciência, pode demorar um pouquinho...
Não esqueça de marcar a opção "notifique-me" para saber quando seu comentário for respondido. ;)
Se quiser enviar um relato, ou tiver qualquer dúvida, envie um email para: adancadasfadas@gmail.com