sexta-feira, 30 de maio de 2014

O significado dos sonhos - Part. 2

  Desde que o homem existe, os sonhos são cercados de mistérios. Para os povos antigos, eles carregavam algo de sobrenatural. Eram vistos como um meio de a pessoa receber orientações e mensagens do além, tanto das divindades quanto dos mortos. Os egípcios e os gregos, por exemplo, pensavam ser possível estabelecer contato com os deuses. E, assim como os Espíritas de hoje em dia - que acreditam na possibilidade de interação com almas desencarnadas enquanto dormimos - os chineses estavam certos da possibilidade de encontrar os mortos. Cada povo, cultura e tradição lida com o sonho de um modo particular.
    Na tribo Senoi, na Malásia, sempre que acordavam, as crianças costumavam relatar seus sonhos a seus pais. Recebiam conselhos e suas mensagens eram vistas como dicas importantes para a rotina diária da aldeia. Era a partir das experiências dos pequenos e do que aquilo simbolizava para a tribo que decisões, como época de plantar e colher, eram tomadas.
   O Candomblé também incentiva seus seguidores a interpretar os sonhos, numa tentativa de se blindar de problemas. "Sonhar com banho de mar pode indicar que a pessoa está 'carregada' espiritualmente", atesta o líder espiritual e presidente do Centro Cultural Africano, em São Paulo, Atunba Adekunle. "Ao acordar, ela deve se purificar, participando de um ritual de limpeza ou tomando banho de sal grosso", diz ele. O Candomblé conta que entidades como Ogum, Oxum e Iansã costumavam ter sonhos premonitórios.

  Através da Ioga Dos Sonhos, prática voltada para budistas avançados, a pessoa desenvolve a habilidade de se manter consciente nestes momentos. "Isso não significa que haja uma preocupação em interpretar os sonhos. A Ioga prega a consciência plena ao dormir, para que a pessoa esteja sempre desperta, com a mente limpa, livre de distorções", diz Bassoli.

  Passagens de sonhos são recorrentes nas escrituras sagradas. Na Bíblia, os profetas José e Daniel receberam de Deus o dom de desvendá-los. O primeiro interpretava as visões do rei do Egito e o segundo traduzia os relatos de Nabucodonosor. O texto sagrado reúne mais de 700 citações de sonhos e visões. Numa das mais famosas, São José é avisado pelo anjo Gabriel que Maria carrega no ventre uma criança divina.
  "Na Bíblia, o sonho não deixa de ser uma ferramenta literária, uma maneira que se encontrou para transmitir uma mensagem", afirma o biblista cônego Celso Pedro da Silva. O professor de Teologia da PUC Rafael Rodrigues prefere dar outra explicação. "Esses relatos bíblicos tem como marca fundamental revelar a palavra de Deus por meio da profecia", diz.
   Grande parte do Corão, livro sagrado do Islã, foi revelado ao profeta Maomé em sonho.

"Durante o sono de ondas lentas, não há sonhos, apenas pensamentos no escuro. Quando aumenta a atividade neural (chamada de REM, rapid eye movement) e as memórias começam a interagir, é como se acendesse a luz do projetor e começasse a sessão de cinema", compara Ribeiro.

Como classificar os personagens que aparecem durante os sonhos

Herói - é o personagem principal, ou seja, a pessoa que está sonhando. Deve desvendar os significados dos sonhos em busca de autoconhecimento.

Sombra - é o antagonista, o rival. Pode ser uma pessoa ou algo que se coloque como obstáculo ao herói em sua jornada de aprendizado.

Anima - (feminino) ou Animus (masculino) é a figura principal de sexo oposto ao herói. É complemento do protagonista, sua cara-metade.

Sábio - É o mentor do herói, que servirá como conselheiro e incentivador. Dá dicas importantes e indica a solução para enigmas.

Mensageiro - Aparece para transmitir uma notícia sobre algo relevante que aconteceu ou ainda vai acontecer. Soluções para enigmas.

Leia a primeira parte do post.

0 comentários:

Postar um comentário