quarta-feira, 11 de setembro de 2013

A Vida no Mundo dos elfos


  É difícil falar de elfos quando a mídia espalha tantas tolices por aí. Mas vamos fazer o seguinte? Quando entrar nesse blog, esqueça tudo o que sabe ou ACHA que sabe sobre elfos. Permita-me mostrar um lado deles que talvez você ainda não conheça?

   Os elfos do mal, conhecidos também como elfos sombrios ou elfos negros não são baixinhos, azuis e orelhudos como muitos por aí afirmam! Eu mesma me surpreendi ao descobrir que os elfos maus são tão belos e atraentes quanto o Brad Pitt, Orlando Bloom e talvez o One Direction! Essa comparação é para que você tenha ideia de que como eles podem ser.
  Mas apesar de serem lindos e atraentes, os elfos sombrios podem ser facilmente idêntificados pela crescente malícia em seu olhar e pela falta de luz em sua aura. Todos os elementais tem uma luz, que basicamente seria uma energia de paz, contentamento e alegria (típica dos anjos). Elementais muito perversos e malíciosos são incapazes de produzir essa luz. E o somente o que sente em suas auras é a malícia, a maldade e a escuridão.
   Os elfos são divididos em três grupos:

Elfos Sombrios ou Elfos Cinzentos; Não são necessariamente maus, mas também não são necessariamente bonzinhos. Seguem sua própria vontade. Não se importam com os outros, a não ser com eles mesmos. Egoístas, caprichosos e possessivos, impulsivos e teimosos. Em geral quando um elfo desses, de alguma forma, se envolve com um humano as coisas não terminam bem devido ao comportamento auto-destrutivo do elfo.
  Elfos assim tendem a ser obssessivos e completamente entregues aos vícios e aos prazeres carnais.

Elfos Selvagens; Não. Esses não são aqueles elfos que moram na floresta e adoram arco e flecha. Os elfos selvagens são conhecidos assim justamente por serem selvagens. Se você acha que os elfos sombrios são os únicos seres a se temer na Elfolândia, se enganou porque os elfos selvagens são mil vezes piores que os elfos sombrios.
http://www.fabiorezende.com.br/wp-content/uploads/2009/09/elfo06.jpg   Os elfos selvagens deixam-se guiar pelos instintos mais primitivos, tais como a lúxuria, a ira e os vícios. São desprovidos de piedade. Odeiam os humanos e qualquer criatura que não seja um deles. Elfos selvagens são muito temidos por elfos da luz e até mesmo por elfos sombrios, ambos evitam encontrá-los a qualquer custo. E caso venham a se encontrar, os elfos selvagens tendem a espancar os homens e estrupar as mulheres. Vivem bêbados e brigam com frequência entre si. Não há diálogo com eles porque eles são piores que os ogros e os goblins. Andam sempre em grupos.

Elfos brancos ou Elfos da Luz; São os elfos do bem. São muito poucos no meio de tantos elfos sombrios e selvagens, e por isso, tendem a ficar quietos em seu canto, assistindo a muitas injustiças sem nunca ou quase nunca intervir. Sim, os elfos da luz, infelizmente são covardes. Mas quem não seria, morando em uma terra sem lei?

       Os elfos brancos podem se unir aos elfos cinzentos, criando assim elfos diferentes, possuidores do bem e do mal. Que poderiam discernir um sentimento do outro mais facilmente, diferente dos outros elfos. Quando um elemental nasce, ou ele é bom ou ruim. Isso não muda depois. Elfos que nascem bons ou quase bons podem evoluir posteriormente. Mas elfos que nascem naturalmente maus (como os elfos selvagens) tendem a piorar com o tempo.
    O momento perfeito para se moldar o caráter de elfo é quando ele ainda é muito pequeno, quase um bebê. O que significa que se um elfo nessa idade passasse muito tempo perto de humanos, aprenderia seus costumes. O que seria ótimo para eles se infiltrarem mais tarde entre nós.

    A vida no Reino élfico não é nada fácil, por isso, todos se viram como podem. Muitos elfos trabalham muito e ganham pouco. Suas mulheres, sem o conhecimento do marido, vão até a vila dos elfos selvagens se vender a eles. Com o dinheiro que ganham, elas mantêm a casa até que seus maridos retornem de viagem. Se seus maridos descobrem, ficam furiosos e muitas vezes, não perdoam a traição. Então, abandonam seus lares. A mulher tem de arcar então com todas as despesas sozinha. E não é fácil porque as coisas (alimentos, roupas e etc) custam muito caro no mundo dos elfos. E é comum que a mulher leve suas filhas (caso tenha) para o mesmo caminho. É triste isso. E elas ainda tem de competir com as escravas sexuais (humanas raptadas) que são levadas com certa frequência para a vila dos elfos selvagens.

    Os elfos não se dão bem com outros seres de outros elementos, como as ninfas e as fadas, por exemplo. Só em alguns casos. Os elfos são muito reservados e temem que seus segredos sejam descobertos por outros seres que poderiam lhes fazer mal.
  Elfos sombrios e elfos selvagens não tem o mínimo de respeito pela natureza, mesmo sendo parte integrante dela. Eles poluem águas, derrubam árvores e caçam animais por diversão ou por dinheiro. Muitos elfos apreciam sapatos, cintos e toucas feitos a partir de peles de cães. Um horror!

   Os elfos ricos vivem em suas casas estranhas que parecem ter sido projetadas por um arquiteto retardado. Enormes e monstruosos cães de guarda protegem suas propriedades contra invasores.

Existe a guarda elfica, mas ela pouco pode fazer para proteger os elfos indefesos, já que os elfos maus são muito poderosos. E sempre aparecem criaturas piores no mundo dos elfos, como ghouls e bacantes. Esses seres não aparecem por lá, simplesmente para dar um passeio no fim de tarde. Eles aparecem para atormentar os elfos, os caçando e devorando-os, até que o rei dos elfos envie seus soldados para afugentá-los.

O mundo dos elfos é mais bizarro do que se imagina.
Não há luz natural lá, o que pode comprovar que eles, de fato, vivem embaixo da terra.
   A vila dos elfos selvagens é a parte mais escura de toda a elfolândia, aparentando estar sempre noite.
   Quando está de noite no mundo dos elfos, ou seja, quando a escuridão invade todas as vilas de forma repentina, todos trancam-se em suas casas e soltam seus cachorros em suas varandas. Não é seguro ficar fora de casa nesse momento, pois os elfos selvagens e outras criaturas demoníacas andam livremente a procura de vítimas na completa escuridão.

    Os elfos temem muito o Tardo, um duende amaldiçoado que vira lobisomem.
Alguns elfos jovens formam grupos e saem caçando o tardo, sem no entanto, nunca capturá-lo, já que o tardo não seria um lobisomem comum e teria os mesmos poderes de um duende comum; invisibilidade, velocidade e teleporte. Mas eles se divertem mesmo assim, caçando o tardo.

    Quando recebem um humano de que gostam em seu reino, os elementais gostam de ser hospitaleiros e adoram mostrar os locais que eles acham mais bonitos onde vivem. Mesmos que esses lugares sejam simples, como uma praça, um bosque ou mesmo uma árvore diferente.

   Os bons elfos, parecem crianças. Não importa sua idade. Estão sempre felizes, com um brilho sapeca nos olhos. Brincando e dançando. Com os pés nos chão. Alguns são tão pobrezinhos, que chega a dar pena! Mas são sempre gentis e se veem uma moça, logo ofertam uma flor a ela, com um belo sorriso estampado no rosto.